CGJRO divulga o Plano de Gestão para o biênio 2020/2021

CGJRO divulga o Plano de Gestão para o biênio 2020/2021

A Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ-RO) divulgou o Plano de Gestão nesta sexta (6). O documento mapeia os objetivos traçados pela CGJ-RO para o biênio 2020/2021 e abrange cinco iniciativas prioritárias para reduzir o tempo de processos críticos; migrar 39 varas para a Central de Processos Eletrônicos (CPE); instituir programas de Gestão da Justiça Criminal; Gestão Eficiente de Tecnologia para o 1º Grau e Humanização Organizacional.

O Plano foi elaborado garantindo o alinhamento com a estratégia do Poder Judiciário de Rondônia(PJRO) 2020-2027 e a estratégia do Poder Judiciário Nacional 2021-2026, respeitando as particularidades locais.

Na apresentação do Plano, o corregedor-geral da Justiça de Rondônia, Valdeci Castellar Citon enfatiza que o documento reúne e organiza as metas voltadas a promover garantia dos direitos e cidadania e o acesso efetivo a justiça à sociedade, contando com a significativa colaboração dos demais órgãos da administração do TJRO, bem como magistrados e servidores.

“Esta gestão trabalhará na busca de uma nova concepção da palavra Corregedoria, não apenas com a tradicional visão de correger, ou seja, corrigir, mas sim com o conceito de co-reger, reger junto, ouvindo opiniões dos envolvidos e aplicando o que de melhor possa resultar a todos”, pontuou o corregedor.

Apresentação do Plano

Os servidores da CGJ-RO conheceram o Plano nesta sexta (6). Um quadro foi posicionado no Hall de entrada da Corregedoria para que todos possam interagir com as iniciativas a serem desenvolvidas durante o biênio. A metodologia utilizada para a confecção do Plano foi o método Canvas, que possibilita os servidores a criarem modelos de negócios a partir da análise de nove elementos: proposta de valor, parcerias chaves, atividades chaves, recursos chaves, relacionamento com clientes, segmentos de clientes, canais de distribuição, estrutura de custos e fluxo de receitas.

Mais de 30 servidores participaram da confecção do relatório, além do corregedor-geral e dos juízes auxiliares da Corregedoria.

Dimensões do Plano de Gestão
As cinco dimensões definidas para o biênio têm produtos e objetivos focados no 1º Grau do Poder Judiciário de Rondônia, tal qual preconiza a missão da CGJ-RO, que é assegurar à sociedade a efetiva prestação jurisdicional, por meio do controle, orientação e fiscalização dos serviços judiciais do 1º Grau e extrajudiciais.

A iniciativa “Acelera + Ação” tem como produto os processos críticos com tempo reduzido. O objetivo é reduzir a duração dos processos judiciais em 2% e, em 10%, a duração dos processos administrativos estratégicos.

O “Somos todos CPE” tem como objetivo a migração de 39 varas e 112.780 processos para a Central de Processos Eletrônicos (CPE), cartório digital único do Poder Judiciário de Rondônia que processa os feitos das varas que migraram para ela. Atualmente, a CPE conta com 42 varas migradas. Além das unidades, já migraram para a Central mais de 143 mil processos digitais. O acervo total é de 109.295 feitos.

Dentre as cinco dimensões, há três que podem ser intituladas programas. São elas “Gestão da Justiça Criminal”; Humanização Organizacional e Gestão Eficiente de TIC. Todas as metas previstas estão alinhadas com a estratégia do Poder Judiciário de Rondônia em apoio ao Plano de Gestão da Presidência do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO).

Fonte: CGJRO



Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support