Corregedoria publica novo estudo de lotação, visando distribuição equitativa de servidores

Foi divulgado no Diário da Justiça Eletrônico da última sexta-feira (25/09) o novo estudo de lotação para distribuição equitativa de servidores entre as unidades judiciais da 1ª instância. O estudo foi desenvolvido pela equipe o Departamento de Suporte Operacional da Corregedoria (DESOP).

O Corregedor-Geral, desembargador Bernardo Garcez, determinou a realização de tal estudo com a intenção de avaliar a necessidade de remanejamento dos funcionários de forma igualitária, de acordo com a necessidade de cada serventia. O levantamento também auxiliará na divulgação semestral da Tabela de Lotação de Pessoal, conforme determinado pelo artigo 15 da Resolução 219/2016 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Os critérios adotados para elaboração do estudo são aqueles da Resolução CNJ  219/2016, que aplicam os princípios de transparência e moralidade administrativas. Além disso, para que não houvesse prejuízo em relação às novas organizações de trabalho instituídas ao longo da pandemia do Coronavírus, foram utilizados os parâmetros referentes aos períodos anteriores ao isolamento social.



Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support