Corregedoria em ação: Curso de Preparação para Pretendentes à Adoção será realizado virtualmente na próxima semana com 335 candidatos

Corregedoria em ação: Curso de Preparação para Pretendentes à Adoção será realizado virtualmente na próxima semana com 335 candidatos

A adoção é, sem sombra de dúvida, um ato de amor incondicional e significa a abertura do coração para o acolhimento de um semelhante com a intensidade dos laços de profundo afeto e carinho. Porém, abrigar no seio da família um outro ser humano demanda preparação, serenidade e imensa capacidade de compreensão de todas as vertentes que envolvem esse processo tão delicado e complexo. Atenta e sensível a este fator a Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás, por meio da Divisão Interprofissional Forense e da Comissão Judiciária Estadual de Adoção (Cejai), juntamente com a Coordenadoria da Infância e Juventude, e a Escola Judicial de Goiás (Ejug) promoverá nos dias 1º, 2, 9 e 10 de dezembro, o curso de Preparação Psicossocial e Jurídicas para 335 Pretendentes à Adoção, abrangendo as comarcas do interior do Goiás. 

A iniciativa para a realização do evento partiu do juiz Donizete Martins de Oliveira, auxiliar da CGJGO, que fará abertura do evento, um marco histórico neste cenário pandêmico, já que o jurisdicionado não pode ficar desguarnecido dessa qualificação, sem a qual não poderá ser habilitado no Cadastro Nacional de Adoção. Em virtude da pandemia da Covid-19, não foi possível realizar o curso neste ano de forma presencial nas comarcas do interior, por essa razão ele acontecerá no ambiente totalmente virtual. “Optamos por promover essa capacitação no formato virtual pensando justamente no nosso jurisdicionado e na importância desse curso para que os pretendentes possam estar devidamente habilitados no Cadastro Nacional de Adoção. Alcançamos com esta ação as comarcas do interior e estamos convictos do êxito deste evento, de suma importância para toda a sociedade em prismas diferenciados: jurídico, social e humano”, reforçou.

Por essa razão, a CGJGO, através da Equipe Interprofissional Forense, realizará o curso para os pretendentes das 13 Regiões Judiciárias de Goiás que serão habilitados para o Cadastro Nacional de Adoção. Nesta capacitação virtual, estão envolvidos cinco magistrados e oito técnicos entre psicólogos, assistentes sociais e pedagogos. O número total de participantes é de 335 pretendentes à adoção e de 22 técnicos do interior que, posteriormente, realizarão rodas de conversa para tirar dúvidas dos pretendentes com relação aos processos de adoção. A assistente social Maria Nilva Fernandes da Silva Moreira, é responsável pela Divisão Interprofissional Forense da CGJGO.

Temas e expositores

Com os temas Adoção, uma conta que não fecha. Por que? e Perfil da criança/adolescente disponível para adoção x perfil desejado pelos pretendentes, o juiz Donizete Martins de Oliveira dará início ao curso no dia 1º de dezembro (próxima terça-feira), que ocorrerá das 19 às 21 horas. Na sequência, o juiz Carlos José Limongi Sterse, do Juizado da Infância e Juventude de Anápolis e Coordenador da Infância e Juventude no Interior, será o expositor do primeiro módulo.

No dia 2 de dezembro (quarta-feira), das 19 às 21 horas, a juíza Célia Regina Lara, do Juizado da Infância e Juventude de Luziânia e Diretora do Foro da referida comarca, será a expositora do segundo módulo cuja temática é voltada para as Adoções Necessárias (Adoção Tardia/Interracial/ Grupo de Irmãos/Crianças com graves e complexos problemas de saúde), além da A voz da Criança e do Adolescente como sujeitos de direitos, na adoção.

O módulo 3 será apresentado no dia 9 de dezembro (quarta-feira), das 19 às 21 horas, pelo juiz Wagner Gomes Pereira, do Juizado da Infância e Juventude de Rio Verde, com uma explanação sobre os Mitos e Preconceitos relativos à Adoção à luz do Direito; Mitos e Preconceitos relativos à Adoção numa perspectiva Psicossocial; e Processo de Adaptação na Família Adotiva, o desconhecido pode (não) ser assustador.

Finalizando o rol de capacitações, a juíza Maria Socorro de Sousa Afonso da Silva, do Juizado da Infância e Juventude de Goiânia e Coordenadora Geral da Infância e Juventude do TJGO, discorrerá em 10 de dezembro (quinta-feira), das 19 às 21 horas, sobre os Aspectos Jurídicos da Adoção e o Sistema Nacional de Adoção (SNA) encerrando, assim, o quarto módulo. O evento terminará com a fala da coordenadora pedagógica da Ejug, Flávia Osório. 

Fonte: Ascom CGJGO



Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support