Moção de Pesar

Moção de Pesar

Durante o 88• Encoge, neste dia 8 de Abril, o Colégio Permanente de Corregedores-Gerais dos Tribunais de Justiça do Brasil (CCOGE), expressou seu pesar pelo falecimento do jurista Dalmo Dallari, aos 90 anos, ocorrido nesta sexta-feira, em São Paulo.

Dalmo de Abreu Dallari, era considerado um dos maiores juristas brasileiros, foi Professor Emérito da Faculdade de Direito (FD) da USP, onde se formou e cumpriu longa trajetória acadêmica até chegar ao cargo de diretor.

“O Brasil perde um grande jurista, que contribuiu com a formação de gerações na área do Direito. É com muito pesar que este Colégio de Corregedores da Justiça recebe a notícia de sua partida. Com esta Moção de Pesar, o Judiciário brasileiro se une a familiares, amigos, colegas e alunos do Doutor Dalmo Dallari, neste momento de dor e tristeza”, declara a corregedora-geral da Justiça do Tocantins, Desembargadora Etelvina Maria Sampaio Felipe, presidente do Ccoge.

A Moção de Pesar foi uma proposição do Desembargador Jones Figueiredo Alves, Decano do Tribunal de Justiça de Pernambuco, prontamente aprovada por todo o Colegiado.

Dallari deixa esposa, sete filhos, 13 netos e dois bisnetos. Em mais de 60 anos atuando como professor, também deixa gerações de alunos e admiradores.

O velório será realizado neste sábado, 9, das 10 às 13h, no Salão Nobre da Faculdade de Direito, no Largo São Francisco, número 95, no centro de São Paulo. O sepultamento ocorrerá às 14h, no cemitério do Araçá (Av. Dr. Arnaldo, 300).

Com informações Jornal da USP.

Dalmo de Abreu Dallari, era considerado um dos maiores juristas brasileiros, foi Professor Emérito da Faculdade de Direito (FD) da USP, onde se formou e cumpriu longa trajetória acadêmica até chegar ao cargo de diretor.

“O Brasil perde um grande jurista, que contribuiu com a formação de gerações na área do Direito. É com muito pesar que este Colégio de Corregedores da Justiça recebe a notícia de sua partida. Com esta Moção de Pesar, o Judiciário brasileiro se une a familiares, amigos, colegas e alunos do Doutor Dalmo Dallari, neste momento de dor e tristeza”, declara a corregedora-geral da Justiça do Tocantins, Desembargadora Etelvina Maria Sampaio Felipe, presidente do Ccoge.

A Moção de Pesar foi uma proposição do Desembargador Jones Figueiredo Alves, Decano do Tribunal de Justiça de Pernambuco, prontamente aprovada por todo o Colegiado.

Dallari deixa esposa, sete filhos, 13 netos e dois bisnetos. Em mais de 60 anos atuando como professor, também deixa gerações de alunos e admiradores.

O velório será realizado neste sábado, 9, das 10 às 13h, no Salão Nobre da Faculdade de Direito, no Largo São Francisco, número 95, no centro de São Paulo. O sepultamento ocorrerá às 14h, no cemitério do Araçá (Av. Dr. Arnaldo, 300).


Com informações Jornal da USP.



Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support